Moça do Chapeu Vermelho, ano 0, 100x100cm, técnica: Acrílica s/ madeira

Tereza Costa Rego

Pintura

 

Rua do Amparo, 242, Amparo, Olinda/PE
CEP 53020-190

(81) 3429.2008

Tereza Costa Rego é pernambucana e começou a pintar ainda criança, ingressando na Escola de Belas Artes com apenas 15 anos. Em 1962, realizou a primeira grande exposição na Editora Nacional. A vida de Tereza poderia ter sido como a de qualquer moça de uma tradicional família da aristocracia pernambucana; mas, ao contrário disso, ela viveu intensamente sua vida política. Com o segundo casamento, com um dirigente do Partido Comunista, foi morar em São Paulo. O tempo fora do Recife foi usado para se dedicar à arte e se formar em história pela USP. Por motivos políticos, viveu na clandestinidade até 1969. Em 1972, seguiu para o exílio no Chile. Depois, passou seis anos em Paris. Mesmo assim, nunca parou de pintar. Expôs seus quadros assinando com o nome de Joanna. Fez doutorado em História, na Escola de Altos Estudos da Sorbonne, França, escolhendo a história do proletariado brasileiro como tema de sua tese. De volta ao Brasil, em 1979, firmou-se como artista plástica radicada em Olinda, onde mora e pinta. Fez mestrado em História na Universidade Federal de Pernambuco. Foi diretora do Museu Regional e, por 12 anos, do Museu do Estado de Pernambuco. São Paulo, Rio de Janeiro, Lisboa, Paris, Cuba, entre outros lugares, foram cenários de suas exposições.