Alegria e orgulho. Essas são as palavras que definem bem nosso sentimento ao apresentar o Anuário Pernambucano de Arte. Com uma visão democrática das artes plásticas pernambucanas, a proposta do livro é se aproximar o máximo possível da expressividade do artista pernambucano.

Desta maneira, o único obstáculo dos artistas era a comprovação de que são atuantes no cenário local, pois entendemos que a arte é, sobretudo, liberdade expressa em sua forma mais espontânea. Dos mais consagrados, que comercializam suas obras em grandes leilões e mercados internacionais, até os iniciantes, que vendem diretamente aos seus apreciadores.

O objetivo maior do livro é homenagear os artistas plásticos de Pernambuco, ao mesmo tempo em que celebramos uma das mais fortes expressões culturais do Estado, além de criarmos um facilitador de exibição de suas obras. Com isso, acreditamos que este documento passa a ser um instrumento de pesquisa sem fronteiras para todos que queiram conhecer a arte local.

Com expressivo número de participantes, o livro chega num momento oportuno, reflexo da atual conjuntura econômica do Estado, que cresce a passos largos.

Se hoje muitos artistas pernambucanos são considerados peças chave nos grandes leilões de arte, cabe lembrar que a produção artística de Pernambuco começou com a influência de Maurício de Nassau, que trouxe, com sua corte, artistas para retratar naquela época a cultura local.

Há mais de 30 anos a arte é muito mais do que um trabalho para nós, é uma grande paixão, por isso o mais gratificante na elaboração deste livro foi o contato com os artistas e a constatação de que esse é o mesmo sentimento que os motiva. Apresentar o resultado dessa paixão num projeto de alto padrão de qualidade, criando mais um meio de comunicação entre o artista e seu público, nos dá ainda mais a certeza de que investir em arte gera frutos. Apresentamos mais um.

Por fim, aqui vão os nossos agradecimentos especiais a Drayton Nejaim e a Omar Aguiar, diretores da Editora Negócios PE, e a toda a sua equipe de trabalho, que acreditaram no projeto desde a primeira vez que o apresentamos; também a todos os colaboradores da Ar te Maior, que não mediram esforços para este trabalho, e principalmente, a todos os artistas que depositaram um voto de confiança no projeto.

Sérgio e Glória Oliveira
Marchands da Arte Maior


Realização